domingo, 9 de março de 2008

Max e Iggor Cavalera selam as pazes: 'vamos ser irmãos de novo'


A briga entre os irmãos Max e Iggor Cavalera que culminou com o racha do Sepultura, em 1996, já ficou definitivamente no passado. Em entrevista à edição de março da revista "Rolling Stone" brasileira, a dupla falou abertamente sobre a lenta reaproximação, iniciada em meados de 2006 e formalizada com o Cavalera Conspiracy, novo projeto musical dos irmãos metaleiros que deve chegar às lojas oficialmente em 24 de março deste ano.

"Todo mundo tem um pouco de culpa pelo que aconteceu", diz Max Cavalera sobre o episódio que culminou com a sua saída dos vocais e guitarra do grupo, um dos nomes mais importantes do metal mundial. A decisão foi tomada depois que os outros então integrantes do Sepultura - Andreas, Paulo e o irmão Iggor - pediram que sua mulher, Gloria, deixasse de empresariar a banda porque ela estaria supostamente, favorecendo Max.

Depois de quase dez anos sem se falarem, foi de Iggor a iniciativa de fazer as pazes com o irmão. "Ninguém é santo, houve problemas de tudo quanto é lado. A vida é muito rápida pra esse tipo de atitude, então graças a Deus ele viu que não vale a pena passar a vida inteira sem falar com quem se gosta por causa de orgulho bobo. Pra ele foi assim: 'F...-se o que rolou, vamos nos encontrar, vamos ser irmãos de novo", contou Max à revista.

Volta do Sepultura?

Sobre uma possível volta do Sepultura aos palcos - hipótese aventada pelo próprio Max - Iggor foi categórico: "Saí da banda justamente por tudo isso, e não tenho interesse nenhum em voltar a tocar com o Sepultura original. O lance que estou fazendo com o Cavalera é mil vezes mais interessante, é coisa de futuro, não de ficar buscando no passado", concluiu.

Fonte: Globo.com

Um comentário:

Monika Souza - Recife / São Paulo disse...

Só pra mandar um beijinho...
Até amanhã!!!